Procure uma crítica

9.1.13

Crítica: O Segredo da Cabana


O SEGREDO DA CABANA
The Cabin in the Woods 

EUA , 2011 - 95 min.
Terror

Direção: 
Drew Goddard

Roteiro: 
Joss Whedon, Drew Goddard

Elenco: 
Kristen Connolly, Chris Hemsworth, Anna Hutchison, Fran Kranz, Jesse Williams, Richard Jenkins, Bradley Whitford, Brian White, Amy Acker, Tim De Zarn


Não é todos os dias, as vezes, nem todos os anos, que há alguém capaz de criar um filme tão insano a sua primeira vista que consiga chocar em dois aspectos: pela audácia dos realizadores em um cinema cada vez mais bloqueado, seja por ideias ou orçamentos e pressões mercadológicas ou pelo simples fato que a total loucura criada no longa, vista mais atenciosamente, faz total sentido e dificilmente consegue se manter tão seguro e vigoroso em sua ideia como O Segredo da Cabana consegue fazer. Para qualquer um que tenha visto Arrasta-me Para o Inferno saiba que o longa do estreante Drew Goddard junto de Joss Whedon faz o bizarro filme de Sam Raimi parecer quase comum. O que não é pouca coisa. 

Querendo homenagear todos os clássicos do suspense/terror/horror dos anos 80 e 90 como o Cemitério Maldito, O Cubo, Hellraiser, Sexta-Feira 13 entre muitos outros (MUITOS mesmo) o longa de Goddard se diverte em uma viagem nostalgia com direito ao melhor do trash, sabendo genialmente gerar o clima praticamente idêntico aos longas homenageados, não criando uma sátira, mas tentando se levar a sério como muitos daqueles projetos muitas vezes tentavam, e simplesmente desistiam a meio longa e tudo beirava, muitas vezes, ao ridículo. Era humor negro involuntário que aqui, é espertamente bem colocado.

Beira o brilhantismo o roteiro de Whedon e Goddard em iniciar tudo da maneira mais clichê possível, parecendo MAIS um longa dos inúmeros que temos nas prateleiras de locadoras tentando ser "cool" e nunca nem chegaram perto, onde os amigos saem para curtir um final de semana, cheio de festa, sexo e blá, blá, blá. O longa só não beira a perfeição pois, apesar de toda a coragem dos realizadores, falta ao "Segredo da Cabana" um pouco desenvolvimento aos personagens para extrair as melhores (ou piores, como queira interpretar) reações dos telespectadores pela frieza que o roteiro trata os protagonistas. Uma falha que seria facilmente corrigida com alguns minutos a mais de projeção, mas nada que comprometa a diversão. E acredite, não faltará.

Nota: 8,9/10




Nenhum comentário:

Postar um comentário

(Comentários de baixo calão serão moderados e excluídos)